Não deixe que a delicadeza do Yorkshire Terrier o engane. Tenaz, mal-humorado, corajoso e às vezes mandão, o Yorkie exibe todos os traços de um verdadeiro terrier: late muito se não controlado, principalmente para estranhos, pode lutar até a morte contra um cão, se não for devidamente apresentado a ele (aos poucos, com cautela), não é tão bom para crianças pequenas (que o podem ver como um brinquedo) e é adaptável facilmente a apartamentos, pelo tamanho (de 20 a 25 centímetros, da pata à cernelha; no máximo, 30 centímetros). Muitas vezes nomeada a raça de cachorro mais popular em várias cidades americanas, os yorkies são os favoritos dos urbanos do mundo inteiro.Eles têm vida longa (de 12 a 16 anos) e são hipoalergênicos (sua pelagem é mais parecida com os cabelos humanos do que com pelos de animal), até servindo como pequenos cães de guarda. Esta é uma verdadeira “raça de personalidade”, proporcionando anos de risos, amor e companheirismo.

História

O Yorkshire Terrier foi desenvolvido em meados de 1800 nos condados do norte da Inglaterra de Yorkshire e Lancashire. Tornou-se um cãozinho da moda para damas inglesas nobres no final da era vitoriana, mas no seu início era um cão tipicamente da classe trabalhadora, já que sua origem foram os tecelões da Escócia que migraram para a Inglaterra e trouxeram consigo seus terriers escoceses.Os tecelões escoceses se orgulhavam de seus terriers pequenos e duros, criados pequenos o suficiente para se espremerem nos cantos e recantos das fábricas têxteis em busca de roedores. O ponto de virada na história da raça ocorreu em 1886, quando o Kennel Club da Inglaterra concedeu o reconhecimento à raça, com isso tornando-se moda como companheiro das senhoras. E, à medida que a popularidade do Yorkie entre os da moda aumentava, seu tamanho diminuía para atender melhor à sua nova descrição de cargo: companheiro adorável e divertido sentado no colo do luxo.Piadas foram feitas sobre a longa e sedosa pelagem do Yorkie, com o pessoal das tecelagens britânicas dizendo, no século XIX, que seus cabelos finamente texturizados eram um produto dos teares. A região natal de Yorkie era um centro de mineração e fabricação de têxteis, e muitos yorkies (os maiores e mais pesados) eram empregados em minas de carvão como exterminadores de ratos. Hoje, ainda, nos Estados Unidos da América, eles são o terror dos esquilos.

Saúde

Por serem muito sensíveis, eles não gostam de temperaturas extremas (frio ou calor intenso), que devem ser evitadas, para não lhes causar problemas de saúde. Na aquisição, devem ser evitados filhotes extremamente pequenos (menores do que o padrão), porque são propensos a problemas de constituição genética e à saúde em geral. A raça pode ter luxação patelar (típico problema de cães pequenos), problemas oculares como a atrofia progressiva da retina (que pode levar à cegueira), problemas no fígado, traqueia colapsada, hipoglicemia, espirros reversos (de curta duração), além de problemas nos dentes e nas gengivas. A quantidade diária de alimento deve ser de ½ a ¾ de xícara de ração seca de alta qualidade por dia, dividida em duas refeições, com variações para mais ou para menos dependendo da constituição, do metabolismo, do nível de atividade do seu cão adulto e até da qualidade da ração. O peso normal de cães até 22 centímetros é de 3,2 kg, mas o ideal é a apalpação no meio da coluna, que deve ser sentida e devem ser vistas as costelas – se não forem vistas, é preciso reduzir a dose de comida.

A bela e sedosa pelagem dos Yorkies

Os filhotes nascem pretos, com a pelagem azul e castanho se desenvolvendo gradualmente, geralmente após os um ano de idade. Filhotes que começam a clarear antes dos um ano de idade geralmente ficam mais cinzentos do que azuis.Da parte de trás da cabeça até a ponta da cauda, a pelagem é de um azul acinzentado escuro – às vezes descrito como o azul de um cano de espingarda – com um brilho azulado quando visto à luz do sol. A cabeça é dourada, não avermelhada, com os pelos castanhos mais escuros nas raízes do que nas pontas. A pelagem que cai sobre o rosto é longa, com o mesmo tom dourado da carinha. Os pelos são um pouco mais escuros na base das orelhas e no focinho. O bronzeado na cabeça não se estende além das orelhas, e nenhum pelo preto se mistura ao bronzeado. Os Yorkshire Terriers também têm patas bronzeadas, mas a cor bronzeada não se estende acima dos joelhos.Alterações hormonais também podem afetar a cor. As fêmeas no cio ficam mais leves e depois escurecem novamente após o término desse período. Escove suavemente a longa pelagem do Yorkie todos os dias para ajudar a evitar que os pelos se enrolem e para mantê-los limpos. Para manter a pelagem bela e brilhante, o banho do seu Yorkie deve ser semanal, sem necessidade de esfregar a pelagem, apenas molhá-la, aplicar-lhe o xampu e passar os dedos por el para levantar a sujeira, daí aplicar um condicionador suave e enxaguar bem o animal, também usando um condicionador suave para a secagem e escovação, considerando que escovar uma pelagem seca ou suja provoca quebra dos fios da bela pelagem do seu Yorkie. As unhas aparadas corretamente ajudam a evitar problemas. E aparar os pelos muito compridos junto à área anal é interessante para evitar sujidades e mau cheiro nos pelos da região.


Gostou? Compartilhe com os seus amigos!