HISTÓRIA:

A história do Bull terrier não começa muito legal, pois ele foi criado pra ser um cão de luta

Lá pelo século 13, no Reino Unido, era comum usarem Bull Dogs pra lutar com outros animais, como touros, como forma de entretenimento. 

Em 1835 essa prática foi proibida, mas continuou clandestinamente.

Ao invés de touros, começaram a usar outros cães e animais menores para lutarem com os Bull Dogs, que logo se mostraram lentos e pesados nessa nova forma de combate. 

Pra continuar essa prática terrível, começaram a cruzar o Buldogue com Terriers, que eram mais ágeis.

Seu nome inclusive veio desse cruzamento: por ser buldogue cruzado com terriers, seu nome ficou sendo bull terrier.  

Não muito tempo depois essa prática clandestina também foi eliminada (ainda bem né). 

E em 1860, o inglês James Hinks encontrou um Bull Terrier que era resultado dessa primeira formação da raça e cruzou ele com um English White Terrier e com outras raças, iniciando assim o aperfeiçoamento da raça como a conhecemos hoje. 

Desde então a raça ficou livre dessa violência e se mostrou uma ótima companhia pra família sendo oficialmente reconhecida como raça em 1885.

PERFIL DA RAÇA:

Antes de mais nada uma observação aqui: Existe o Bull Terrier mini, mas hoje estamos falando do Bull Terrier de tamanho padrão.

O seu porte é considerado médio com tamanho entre 40 e 55 centímetros e com seu peso variando entre 20kg e 32kg.

Já a sua expectativa de vida é de 12 a 13 anos, em média.

O espaço necessário pra ele é recomendado de médio a grande e ele vive bem em apartamento, mas é mais indicado se for de um tamanho médio, pelo menos.

Pois quanto menor seu espaço, maior a quantidade de atividade que ele vai precisar todos os dias

Já suas cores podem ser tigrado, vermelho ou baio, preto e tricolor (preto predominante, vermelho, branco). Também podem ser sólidos (inteiros de uma só cor), ou com partes do corpo na cor branca.

E a pelagem deles é curta e não necessita de muitas escovações uma vez por semana é suficiente.

Sim, a queda de pelos deles, num geral, é pequena e constante mas uma a duas vezes por ano você vai notar uma quantidade maior de pelos na sua casa.

Já os banhos podem ser dados de 15 em 15 dias, ou conforme a necessidade e suas unhas precisam ser aparadas regularmente.

São cachorros que gostam mais de clima quente, mas se adaptam bem em climas frios. 

TEMPERAMENTO / PERSONALIDADE / COMPORTAMENTO:

O Bull Terrier é ótimo pra brincar com as crianças e também é ótimo pra companhia. Ele é teimoso, independente, inteligente e brincalhão.

Não é recomendado deixar ele solto nos passeios, pois quando se sente ameaçado fica agressivo e podem acontecer brigas com outros animais mais “abusados” chegando nele.

Com estranhos, ele pode ficar meio desconfiado no começo, mas logo faz amizade e não costuma ser agressivo.

Ele adora fazer amizades, mas novamente reforçamos a supervisão por causa de sua força.

Ainda assim, sempre reforçamos que é bom socializar desde cedo o filhote com todo tipo de situação, animal, e pessoa pra ele ser um animal equilibrado.

Mas no dia a dia é um cão equilibrado e amoroso. Ele tem instinto de proteção com a família e não tem o costume de latir muito.

EXERCÍCIOS:

Quanto aos exercícios. 

Ele tem muita energia e precisa gastar com exercícios pra se manter saudável mental e fisicamente. 

Seria legal conseguir levar ele pra dois passeios curtos de uns 20 ou 30 minutos cada, se você conseguir, ou um passeio mais longo, com mais de 30 minutos por dia. 

Ele é ótimo no agility, se você conseguir praticar isso ou algum outro esporte com ele, vai ter um cão muito feliz.

ADESTRAMENTO:

Em relação ao adestramento, são cachorros extremamente brincalhões, então vão encarar o treino como uma brincadeira mesmo e irão responder muito bem a petiscos.

E como ele é muito inteligente é recomendado adestrar ele o mais cedo possível.

PROBLEMAS DE SAÚDE COMUNS:

O Bull Terrier costuma precisar de atenção com problemas no coração, nos rins, patela e na audição. Também podem ter alergias, pois sua pele é sensível.

Agora vamos falar especificamente sobre a saúde dos Bull Terrier de cor branca:

Eles podem desenvolver problemas de pele, como a acrodermatite, que é uma doença metabólica e exclusiva dos Bull Terries, então é recomendado passear com ele com o sol mais fraco e usar protetor solar. 

Tome muito cuidado com ele, pois a exposição excessiva ao sol pode gerar câncer de pele. Seu veterinário vai saber recomendar o mais indicado. 

E ainda nos Bull terrier de cor branca, eles tem mais probabilidade de desenvolver problemas de audição que o de outras cores, mas essa é uma condição de várias raças nos indivíduos de cor branca.

E como em todos os cachorros é preciso sempre manter a higiene dos dentes, orelhas, unhas aparadas e limpar as secreções dos olhos.

E de modo geral se você ficar sempre atento à saúde dele e fizer um check up bem detalhado uma vez por ano ele vai viver feliz e saudável por longos anos.

Se quiser ver mais sobre a raça aproveite para ver o nosso vídeo:


Gostou? Compartilhe com os seus amigos!

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *